Iodo - BioMania
O melhor portal biológico da internet!



Iodo


  Bioquímica

Encontrado na natureza sob a forma de Ýon em diferentes compostos ou molÚculas diat¶micas, o iodo tem funþÒo fisiol¾gica importante na regulaþÒo da glÔndula tire¾ide, alÚm de formar compostos largamente empregados na ind·stria quÝmica.
Iodo Ú um elemento quÝmico de sÝmbolo I, pertencente ao grupo dos halogÛnios, do qual tambÚm fazem parte o fl·or, o cloro, o bromo e o astato. Descoberto em 1811 pelo francÛs Bernard Courtois, fabricante de salitre, o elemento foi estudado por Gay-Lussac e Humphry Davy e, em 1813, batizado de iodo -- do grego ioeides, "violeta", em alusÒo Ó coloraþÒo do vapor por ele liberado.


Propriedades fÝsicas e quÝmicas. └ temperatura ambiente, o iodo Ú um s¾lido altamente volßtil, de aspecto cristalino e coloraþÒo quase negra. O iodo Ú muito pouco sol·vel na ßgua, mas altamente sol·vel em compostos como dissulfeto de carbono, tetracloreto de carbono e clorof¾rmio, aos quais confere coloraþÒo violeta. Quando dissolvido em ßlcool ou Úter, forma soluþ§es de cor marrom. Seus is¾topos radioativos apresentam n·mero de massa entre 119 e 139. Como os demais halogÛnios, o iodo Ú muito reativo e nÒo ocorre, na natureza, em estado livre.


ObtenþÒo, importÔncia e aplicaþ§es. O iodo Ú encontrado em pequenas proporþ§es (entre 1 e 50mg/kg) na ßgua do mar, na forma de iodeto de s¾dio (NaI), e nos campos petrolÝferos, na forma de iodeto de potßssio (KI). ╔ extraÝdo industrialmente das ßguas salgadas dos poþos de petr¾leo e como subproduto do processo de obtenþÒo do salitre do Chile, em cujos dep¾sitos ocorre na forma de iodato de s¾dio (NaIO3). Estß presente nos tecidos orgÔnicos animais e vegetais em pequenas quantidades, mas Ú abundante nas algas marinhas, concentradoras de iodo.
Pouco t¾xico, o iodo estß ligado Ó regulaþÒo das funþ§es da tire¾ide no corpo humano e, em soluþÒo alco¾lica (tintura de iodo), era usado como anti-sÚptico atÚ que se descobriu que retardava o restabelecimento dos tecidos. Diversos sais de iodo sÒo empregados no tratamento de afecþ§es como arteriosclerose, hipertensÒo arterial, sÝfilis, actinomicose, enfisemas, bronquite cr¶nica e algumas formas de artrite. Na ind·stria, o iodo Ú componente importante na fabricaþÒo de pelÝculas fotogrßficas, corantes, reagentes e produtos intermedißrios usados na sÝntese de compostos orgÔnicos e em laborat¾rios de anßlise.