Imbaúba - BioMania
O melhor portal biológico da internet!



Imbaúba


  Botânica

Os brotos e frutos da imba·ba sÒo alimentos habituais da preguiþa, o que justifica o nome de ßrvore-da-preguiþa, pelo qual tambÚm Ú conhecida.
Pelo nome de imba·ba, emba·ba ou umba·ba sÒo conhecidas cerca de cinq³enta espÚcies, distribuÝdas por quase todo o Brasil, do gÛnero Cecropia, famÝlia das morßceas, a mesma da amoreira. SÒo ßrvores de 8 a 25m de altura, com o caule reto articulado em n¾s s¾lidos e entren¾s ocos. Em geral s¾ na parte mais alta existem galhos, que tÛm a mesma conformaþÒo do caule e sustentam as folhas grandes e ßsperas, quase sempre verde-escuras por cima e esbranquiþadas por baixo. Hß imba·bas de folhas prateadas, como C. hololeuca, ou com ambas as faces verdes, como C. bifurcata.
Todas as espÚcies de imba·ba sÒo tÝpicas de ßreas quentes e ·midas e vegetam com particular exuberÔncia em grotas e formaþ§es anßlogas. Freq³entes na mata atlÔntica, onde o colorido prateado de algumas espÚcies se destaca do conjunto, sÒo fÚrteis na propagaþÒo e ocupam rapidamente as clareiras. As espÚcies amaz¶nicas, que em pouco mais de cinco anos atingem seu porte mßximo, perfilam-se em maciþos pelas margens dos rios. A polpa da imba·ba dß ¾tima celulose para papel. A casca fornece fibras para a produþÒo de estopas e cordas. As formigas que fazem ninho no interior do caule da imba·ba, como as do gÛnero Azteca, estabelecem com ela uma relaþÒo de mutualismo: sem prejudicß-la, alimentam-se dos corp·sculos macios e nutritivos que hß sobre os n¾s, protegendo-a ao mesmo tempo de outros insetos predadores.

 

Veja também: