Ilhas Kurilas - BioMania
O melhor portal biológico da internet!



176 Slides Power Point grátis

Só baixar, editar e começar a usar.

Ilhas Kurilas


  Geografia Fisica
Após a segunda guerra mundial, a disputa pela posse das ilhas Kurilas foi determinante para impedir a assinatura de um tratado de paz entre a extinta União Soviética e o Japão.
As ilhas Kurilas fazem parte do oblast (região administrativa) de Sakhalin, no limite oriental da Rússia. O arquipélago, com uma superfície total de 15.600km2, se compõe de 56 ilhas que se estendem ao longo de 1.200km desde o sul da península de Kamchatka -- de que são a continuação natural -- até o nordeste da ilha japonesa de Hokkaido. O alinhamento das ilhas, que segue uma direção de nordeste a sudoeste, separa o oceano Pacífico do mar de Okhotsk. As principais ilhas são Paramushir, Kunashir, Iturup e Urup.
O arquipélago faz parte de uma zona de fricção entre placas tectônicas da crosta terrestre. Em linha paralela às ilhas encontra-se a fossa das Kurilas, no oceano Pacífico, onde se registra uma profundidade máxima de 10.542m. O relevo apresenta picos de até dois mil metros de altitude. Encontram-se disseminados pelo arquipélago mais de cem vulcões, dos quais cerca de trinta permanecem em atividade. Outras manifestações da instabilidade geológica são as fontes termais, os terremotos e os maremotos. O clima é frio, e a vegetação é de tundra no norte e de taiga no sul. A população concentra-se nas cidades de Kurilsk, em Iturup, e Severo-Kurilsk, em Paramushir. Dedica-se à pesca, à caça e à agricultura.
Exploradas pelos russos nos séculos XVII e XVIII, as Kurilas do sul foram ocupadas pelo Japão em 1855. Vinte anos depois, os japoneses tomaram posse de todo o arquipélago até que em 1945, ao término da segunda guerra mundial, os acordos de Ialta concederam à União Soviética a soberania sobre as ilhas. Dissolvido o regime soviético em 1990, os direitos sobre as Kurilas passaram a ser disputados pela Rússia e pelo Japão, que não desistira de reclamar-lhes a posse.levit

Veja também: