Iguana - BioMania
O melhor portal biológico da internet!



176 Slides Power Point grátis

Só baixar, editar e começar a usar.

Iguana


  Taxonomia
O aspecto estranho e arcaico dos iguanas, que lembra,  em escala reduzida, os sáurios gigantes desaparecidos há milhões de anos, atraiu para esses répteis a curiosidade científica. Apesar da aparência, os iguanas são animais inofensivos, que se alimentam de insetos, frutos e folhas.
Réptil da família dos iguanídeos, o iguana caracteriza-se por apresentar cabeça grande e alongada, dotada de cristas que prosseguem pela região dorsal, o que contribui para dar-lhes seu aspecto peculiar. Sua carne é comestível e muito apreciada em várias regiões.
Existem cerca de 13 espécies, distribuídas por várias regiões da América. O iguana comum (Iguana iguana) ultrapassa 1,60m de comprimento, mais da metade correspondente à cauda. É de cor verde viva no dorso e nas partes laterais, e amarelada na região ventral. Habita as árvores nas selvas, do México até o Brasil. Outras espécies singulares são o iguana das Antilhas (I. delicatissima) e o iguana do deserto (Dipsosaurus dorsalis), que vive no México e Estados Unidos. Nas ilhas Galápagos vive o iguana marinho (Amblyrrhynchus cristatus), que se nutre de algas e também tem cauda longa, além de patas vigorosas, que usa para nadar. O iguana gigante (Conolophus subcristatus) é o que apresenta maior dimensão do corpo em relação à cauda.

Veja também: