Ignác Fülöp Semmelweis - BioMania
O melhor portal biológico da internet!



176 Slides Power Point grátis

Só baixar, editar e começar a usar.

Ignác Fülöp Semmelweis


  Biografias
A brilhante contribuição do médico húngaro Semmelweis para a medicina e a cirurgia modernas, no que diz respeito à assepsia na prática médica, é universalmente reconhecida.
Ignác Fülöp Semmelweis nasceu em Buda, Hungria, em 1º de julho de 1818. Estudou na Universidade de Pest e doutorou-se pela Universidade de Viena em 1844. Ainda estudante despertou a atenção de mestres consagrados, motivo pelo qual foi indicado para assistente da clínica obstétrica de Viena. Preocupado com a elevada mortalidade de mães jovens depois do parto, observou que essa taxa era mais alta nas mulheres situadas na primeira seção da clínica que nas da segunda, embora em ambos os setores as mães recebessem idêntico tratamento. A única diferença quanto ao encaminhamento das duas seções referia-se à localização do laboratório de dissecação onde os internos estudavam, que era ao lado da primeira e a meio caminho da segunda seção. Concluiu então que o alto índice de mortalidade se devia à transmissão de infecções por meio dos internos do hospital, que procediam diretamente de tais laboratórios para as salas da maternidade. A descoberta de Semmelweis deveu-se também à observação dos fatores que provocaram a morte de um colega de febre puerperal causada pela infecção de um ferimento após o exame de uma mulher que morrera por idêntico motivo. A doença em ambos apresentara manifestações semelhantes.
Semmelweis determinou então rigorosas medidas de assepsia, principalmente a lavagem das mãos dos médicos com sabão antes do exame das parturientes. A queda sensível da taxa de mortalidade provocou o despeito do chefe da clínica, que o forçou a se afastar de Viena. Instalado em Pest, trabalhou como médico obstetra na maternidade da cidade, onde seus métodos obtiveram o mesmo sucesso. Não se conformava, porém, em não vê-los aplicados nos grandes hospitais.
Na verdade um precursor de Pasteur, embora não tenha descoberto as causas das infecções, Semmelweis escreveu uma obra importante para a medicina da época, Die Ätiologie, der Begriff und die Prophylaxis des Kindbettfiebers (1861; A origem, o conceito e a profilaxia da febre puerperal), postumamente reeditada sob o título Offene Briefe an Professoren der Geburtshilfe von Semmelweis (1899; Cartas abertas de Semmelweis a professores de obstetrícia). Vitimado pela infecção que combatera, Semmelweis morreu em 13 de agosto de 1865, em Viena.

Veja também: