Heráclito Fontoura Sobral Pinto - BioMania
O melhor portal biológico da internet!



176 Slides Power Point grátis

Só baixar, editar e começar a usar.

Heráclito Fontoura Sobral Pinto


  Biografias
Sempre fiel aos princípios cristãos, Sobral Pinto manteve também grande independência de pensamento e ação. Durante o governo Vargas, embora adversário do Partido Comunista, atuou como advogado de dois de seus líderes, Luís Carlos Prestes e Harry Berger, que considerou privados do direito de defesa.
Heráclito Fontoura Sobral Pinto nasceu em Barbacena MG, em 5 de novembro de 1893. Formou-se em direito em 1918, no Rio de Janeiro RJ, e foi procurador criminal da república nos governos Artur Bernardes e Washington Luís. Em 1928 ingressou no Centro Dom Vital, associação civil para o estudo e apostolado da doutrina católica, e passou a colaborar em A Ordem, órgão oficial da organização e foi preso por artigos de crítica ao governo Vargas. Entre 1935 e 1941, por três vezes defendeu Prestes. Em 1945, assinou o manifesto de lançamento da Resistência Democrática, que propunha a total extinção da ditadura Vargas. Em 1947, recusou um convite de Prestes para participar de um filme sobre a história do PC, já na legalidade, por considerar que o povo, inculto, acabaria por identificar comunismo e catolicismo.
Após a renúncia de Jânio Quadros, Sobral Pinto defendeu a posse do vice, João Goulart. Julgou, no entanto, que este estava sendo usado pelos comunistas e apoiou o movimento militar de 1964. Por não concordar com as decisões dos militares após o golpe, foi dos primeiros a qualificar o novo regime de ditadura e passar à oposição. A partir de 1968, após a decretação do ato institucional nº 5 e um breve período de prisão, defendeu inúmeros acusados de crimes políticos. Em 1978, voltou a defender Prestes num processo contra intelectuais comunistas e no ano seguinte, foi eleito conselheiro da Ordem dos Advogados do Brasil. Sobral Pinto morreu no Rio de Janeiro em 30 de novembro de 1991.

Veja também: