Grande Otelo - BioMania
O melhor portal biológico da internet!



Grande Otelo


  Biografias

Como protagonista de Macunaíma, filmado em 1969 por Joaquim Pedro de Andrade, Grande Otelo, que atuou em mais de cem filmes entre chanchadas, musicais e dramas, desempenhou um dos papéis mais marcantes de sua carreira.

Sebastião Bernardes de Sousa Prata, que se tornaria conhecido com o nome de Grande Otelo, nasceu em Uberlândia MG em 18 de outubro de 1915. Decidiu ser ator aos oito anos, influenciado pelo filme O garoto (1921; The Kid), de Charles Chaplin e, em 1924, mudou-se para São Paulo com uma companhia teatral. Quando atuava no musical Goal (1935), recebeu o nome artístico que o consagraria. No mesmo ano, estreou no cinema com o filme Noites cariocas, ao lado de Oscarito, com quem formou a dupla cômica mais famosa do cinema brasileiro e estrelou 13 filmes.

Pelas mãos de Carlos Machado, começou a se apresentar no Cassino da Urca e entrou para o teatro de revista. Em 1942, filmou It"s All True, produção inacabada do cineasta americano Orson Welles. No ano seguinte, fez Moleque Tião, de José Carlos Burle, inspirado em sua vida. A partir de então, Grande Otelo ingressou em sua época áurea nas chanchadas da Atlântida, onde atuou em filmes como Esse mundo é um pandeiro (1947), Carnaval Atlântida (1950), Carnaval no fogo (1950) e Matar ou correr (1954).

Como compositor, fez parceria com Herivelto Martins em músicas como Praça Onze (1940), Bom dia, avenida (1944) e Fala, Claudionor (1946), e com Garoto. Trabalhou também em telenovelas e escreveu um livro de poesia, Bom dia, manhã (1993). Grande Otelo morreu em 26 de novembro de 1993, quando desembarcava no aeroporto Charles de Gaulle, em Paris, rumo a Nantes, onde seria homenageado no festival de cinema local.



Veja também:




Copyright © 1999 - 2022 - Development by Dolci Tecnologia. Todos os direitos reservados