Golfo do México - BioMania
O melhor portal biológico da internet!



176 Slides Power Point grátis

Só baixar, editar e começar a usar.

Golfo do México


  Geografia Fisica
No golfo do México forma-se a chamada corrente do golfo (Gulf Stream), que transporta as águas tépidas desse mar interior às costas da Europa ocidental.
Com uma superfície superior a de 1.550.000km2, o golfo do México é uma larga reentrância de forma aproximadamente elíptica constituída pelo oceano Atlântico e situada entre as costas dos Estados Unidos, do México e de Cuba. Comunica-se com o oceano Atlântico pelo estreito da Flórida, localizado entre Cuba e a península da Flórida, e com o mar do Caribe pelo estreito de Yucatán. Cada um desses canais naturais tem uma largura de aproximadamente 160km. Suas maiores profundidades encontram-se na porção central (fossa de Sigsbee, 5.203m). A plataforma continental é geralmente estreita (quarenta a cem quilômetros), mas alarga-se a oeste da Flórida e ao norte de Yucatán, onde ultrapassa 200km.
As costas são geralmente baixas e arenosas, com numerosas enseadas, estuários e lagunas. No golfo desembocam os rios Chattahoochee, Mississippi e Sabine (Estados Unidos); Bravo ou Grande do Norte, na fronteira entre os Estados Unidos e o México; e San Fernando, Pánuco e Usumacinta, no México. O clima é tropical, com chuvas de verão abundantes em toda a costa, exceto no litoral do sul do Texas e o norte do Yucatán. Entre junho e novembro, o golfo é freqüentemente assolado por violentos furacões, acompanhados de pesadas chuvas.
As marés caracterizam-se pelas fracas amplitudes. Uma corrente de águas tépidas procedente das Antilhas penetra no golfo pelo canal de Yucatán e sai pelo canal da Flórida. O golfo oferece excelentes condições para a vida marinha. As ilhas costeiras abrigam grandes colônias de aves aquáticas. Entretanto, os resíduos industriais transportados pelos rios e despejados no mar põem em risco a riqueza biológica do golfo.
Um dos principais recursos econômicos da região é a pesca. A plataforma continental contém importantes depósitos petrolíferos, explorados nos Estados Unidos (Texas, Louisiana) e no México (Veracruz). As conchas de ostra, recolhidas nas águas pouco profundas da costa do Texas, são utilizadas sobretudo para a fabricação do carbonato de cálcio.

Veja também: