Giovanni Pico della Mirandola - BioMania
O melhor portal biológico da internet!



Giovanni Pico della Mirandola


  Biografias

A obra de Pico della Mirandola, característica do humanismo renascentista, pretendeu construir uma doutrina cristã de inspiração platônica, concebida como síntese de diferentes tradições filosóficas.

Giovanni Pico della Mirandola nasceu em 24 de fevereiro de 1463 em Mirandola, ducado de Ferrara, Itália. Estudou direito canônico em Bolonha e filosofia aristotélica em Pádua. Esteve em Paris e Florença, onde estudou árabe, hebraico e aramaico, filosofia platônica e a cabala. Em 1486 convidou pensadores de toda a Europa para um debate público em Roma, no qual defenderia 900 teses elaboradas a partir de fontes hebraicas, gregas, romanas e árabes.

Para a ocasião, escreveu De hominis dignitate oratio (1486; Oração sobre a dignidade do homem). Uma comissão pontifícia denunciou 13 das teses como heréticas e o debate foi proibido. Apesar de penitenciar-se, Pico achou prudente viajar para a França, onde foi preso. Logo libertado, estabeleceu-se em Florença e se filiou à Academia Platônica, sob a proteção do príncipe Lourenço o Magnífico. Em 1492, foi absolvido das acusações de heresia.

Pico foi o primeiro teórico do cristianismo a utilizar a cabala judaica como embasamento da teologia cristã. Dividia o universo em três ordens de realidade: o mundo intelectual (divino), o mundo celeste (dos astros) e o mundo elementar (terrestre). O homem seria um microcosmo, constituído de componentes das três ordens. Em seus últimos anos, o filósofo deixou-se atrair pela ortodoxia de Savonarola. Sua morte precoce, ocorrida em Florença em 17 de novembro de 1494, impediu-o de construir um sistema filosófico completo, embora muitas de suas ideias tenham influenciado autores posteriores.


Veja também: