Galo-da-serra - BioMania
O melhor portal biológico da internet!



Galo-da-serra


  Taxonomia

A crista larga e ereta, que vai do bico à nuca, como um capacete, distingue o galo-da-serra, que a movimenta todo o tempo, em vaivéns, como para dissimular a posição em que mantém a cabeça.

Também chamado de galo-do-pará e galo-da-rocha, o galo-da-serra (Rupicola rupicola), cujo corpo mede 28cm, é um pássaro da família dos cotingídeos, a mesma dos anambés e arapongas. As penas amarelas do macho aparecem no segundo ano de vida. No terceiro completa-se a plumagem, que adquire tonalidades alaranjadas, douradas e vermelhas, e fica pardacenta na sombra. A fêmea é menor, e tão escura que parece negra à distância.

Frugívoro como a maioria dos membros da família, grasna como um corvo e empreende voos sibilantes. Vive nas serras entre o Brasil, Guianas, Venezuela, Suriname e Colômbia. Na época de reprodução, os machos realizam paradas nupciais, perfilam-se por longo tempo no chão, num mudo e imóvel exibir da bela plumagem. Às vezes, vários machos se exibem juntos.

O nome latino da espécie indica sua preferência por habitats rochosos: o ninho do galo-da-serra é uma sólida panela de barro misturado com fibras vegetais, coberta de liquens, construído em paredões ou cavernas, não raro perto de um riacho.


Veja também: