Francisco Cavalcanti Pontes de Miranda - BioMania
O melhor portal biológico da internet!



176 Slides Power Point grátis

Só baixar, editar e começar a usar.

Francisco Cavalcanti Pontes de Miranda


  Biografias
Familiarizado com os autores europeus, em especial os alemÒes, o escritor e jurisconsulto Pontes de Miranda difundiu novos mÚtodos e concepþ§es do direito no Brasil. Sua obra, pioneira em diversos setores, distribui-se por quase todos os campos da ciÛncia jurÝdica, do direito constitucional ao civil, do processual ao comercial.
Francisco Cavalcanti Pontes de Miranda nasceu em Macei¾ AL em 23 de abril de 1892. Bacharel pela Faculdade de Direito de Recife PE, em 1911, seus primeiros livros -- └ margem do direito (1912) e A moral do futuro (1913) -- mereceram o estÝmulo de Cl¾vis Bevilßqua, Rui Barbosa e JosÚ VerÝssimo. Essas obras foram o inÝcio de uma vasta produþÒo bibliogrßfica, que se alonga por 144 volumes e abrange sociologia, filosofia, polÝtica e poesia, alÚm do direito, tema de 128 volumes, num total de 29 tÝtulos.
Advogado e publicista, somente em 1924 ingressou na magistratura, como juiz de ¾rfÒos. Nessa ocasiÒo, tinha mais trÛs obras publicadas: Hist¾ria prßtica do habeas-corpus; direito positivo comparado, constitucional e processual (1916), Direito de famÝlia; exposiþÒo tÚcnica e sistemßtica do C¾digo Civil brasileiro (1917) e Sistema de ciÛncia positiva do direito (1922). Trabalhou, em seguida, como desembargador do antigo Tribunal de ApelaþÒo do Distrito Federal, Úpoca em que tambÚm representou o Brasil em duas conferÛncias internacionais: Santiago, no Chile, em 1923, e Haia, nos PaÝses Baixos, em 1932. Essas experiÛncias influÝram em sua transferÛncia para a carreira diplomßtica em 1939, quando foi nomeado embaixador na Col¶mbia. Posteriormente, voltou a desempenhar funþ§es de representante do paÝs em conferÛncias internacionais atÚ 1943, quando afastou-se da
real via

Veja também: