Fenol - BioMania
O melhor portal biológico da internet!



Fenol


  Bioquímica

O composto conhecido como fenol é apenas um dos compostos da função orgânica dos fenóis, que participam de numerosas reações analíticas e de síntese, como os cresóis e a hidroquinona.

Chamam-se fenóis todas as substâncias orgânicas que contêm um radical hidroxila (HO-) ligado diretamente a um anel aromático, isto é, a um núcleo benzênico. Os fenóis apresentam isomeria de posição funcional e tautomeria. Podem ser classificados como monofenóis, difenóis, trifenois ou polifenóis, conforme se componham de um, dois, três ou mais grupamentos de hidroxila em sua estrutura.

Os difenóis mais importantes são agentes reveladores fotográficos, como o catecol (ou 1,2 di-hidroxi-benzeno), o resorcinol (ou 1,3 di-hidroxi-benzeno) e a hidroquinona (ou 1,4 di-hidroxi-benzeno). Entre os trifenóis sobressaem o pirogalol ou ácido pirogálico, o floroglucinol e as hidroxi-hidroquinonas. Esses compostos reagem com o hidróxido de sódio produzindo fenóxidos, e com os aldeídos oferecem reações de condensação que constituem a base do preparo industrial de plásticos como as baquelitas.

A denominação fenol, no entanto, atribui-se mais comumente ao ácido fênico ou carbólico, de fórmula C6H5OH, anti-séptico empregado na preparação de medicamentos, que pode apresentar efeito tóxico se ingerido ou aplicado em grandes quantidades. De odor característico e penetrante, o fenol se obtém industrialmente a partir da destilação do alcatrão de hulha ou da fusão alcalina de ácido benzeno-sulfônico.


Veja também: