Emilio Fernández - BioMania
O melhor portal biológico da internet!



176 Slides Power Point grátis

Só baixar, editar e começar a usar.

Emilio Fernández


  Biografias
Brilhante realizador do cinema mexicano, Emilio Fernández inscreveu sua obra na corrente nacionalista que recorda, em certos momentos, a dos grandes pintores muralistas do país.
Emilio Fernández, chamado, por sua ascendência, o Índio, nasceu em Hondo, Coahuila, em 25 de março de 1904. De formação militar, fez parte de um grupo de insurretos, foi preso em 1923, fugiu e refugiou-se nos Estados Unidos, onde trabalhou como ator em Hollywood. Anistiado em 1933, voltou ao México, atuou em vários filmes e foi roteirista e assistente de direção em outros.
Em 1941 iniciou a carreira de diretor com La isla de la pasión. Logo obteve imenso sucesso com Flor silvestre (1943) e María Candelaria (1943), obras de grande beleza formal, que mesclavam o poético com a realidade, graças, em boa parte, à excelente fotografia de Gabriel Figueroa, seu cinegrafista por muitos anos. Emilio Fernández consagrou-se como o mais autêntico representante do cinema mexicano da década de 1940. Realizou, entre outros filmes, Las abandonadas (1944) e La perla (1946; A pérola), mas depois de La red (1953; A rede) seu prestígio decaiu. Morreu na Cidade do México em 6 de agosto de 1986