Edward Burnett Tylor - BioMania
O melhor portal biológico da internet!



176 Slides Power Point grátis

Só baixar, editar e começar a usar.

Edward Burnett Tylor


  Biografias
A criação e sistematização da antropologia cultural na Universidade de Oxford deve-se ao britânico Edward Tylor, cujos textos e pesquisas assentaram as bases modernas dessa disciplina.
Edward Burnett Tylor nasceu em Londres, em 2 de outubro de 1832. Filho de próspero comerciante quacre, Tylor teve o ingresso barrado na universidade em virtude de sua crença e por isso se dedicou aos negócios da família. Em 1855, premido por problemas de saúde, Tylor foi para a América e durante os anos seguintes percorreu Cuba e México em companhia do etnólogo Henry Christy.
Após o regresso ao Reino Unido, o pesquisador dedicou-se a ampliar sua formação acadêmica e publicou o primeiro livro, Anahuac, or Mexico and the Mexicans, Ancient and Modern (1861; Anahuac, ou o México e os mexicanos, antigos e modernos), crônica da experiência mexicana. A consagração internacional de Tylor deveu-se entretanto a dois tratados que escreveu a seguir, Researches into the Early History of Mankind and the Development of Civilization (1865; Pesquisas sobre a história antiga da espécie humana e o desenvolvimento da civilização) e, sobretudo, Primitive Culture (1871; Cultura primitiva), no qual, sob a influência de Charles Darwin, Tylor expõe sua visão da história da humanidade como resultado do processo das capacidades mentais dos homens, do estado primitivo ao civilizado, que tem reflexos, por exemplo, na escala de crenças religiosas: animismo, politeísmo, monoteísmo.
Para Tylor, o objetivo da antropologia seria, portanto, estudar as leis do pensamento e da atividade humana em seu desenvolvimento nos diferentes estágios do conjunto uniforme da cultura, formada pela soma de conhecimento, ciências, arte, leis, moral, costumes, aptidões e hábitos dos homens. O último livro do pesquisador, Anthropology, an Introduction to the Study of Man and Civilization (1881), foi considerado excelente sumário do pensamento antropológico de sua época. O antropólogo dedicou-se, a partir de 1884, ao magistério na Universidade de Oxford e em 1912 recebeu o título de cavaleiro. Sir Edward Tylor morreu em Wellington, Somerset, Reino Unido, em 2 de janeiro de 1917.