Édison Carneiro - BioMania
O melhor portal biológico da internet!



176 Slides Power Point grátis

Só baixar, editar e começar a usar.

Édison Carneiro


  Biografias
Seguindo o caminho aberto por Nina Rodrigues e Artur Ramos, Édison Carneiro dedicou-se desde cedo aos estudos sobre o negro brasileiro, tornando-se a maior autoridade no Brasil com relação aos cultos de origem africana.
Édison de Souza Carneiro nasceu em Salvador BA em 12 de agosto de 1912. Formado em 1935 pela Faculdade de Direito da Bahia, participou do grupo literário Academia dos Rebeldes, a que pertencera também Jorge Amado e Pinheiro Viegas. Mais tarde transferiu-se para o Rio de Janeiro RJ. Depois de publicar os livros Religiões negras (1936), Negros bantos (1937) e Candomblés da Bahia (1948), o mais importante deles, viajou à África em 1961, a fim de pesquisar os problemas de aculturação dos africanos, em particular dos iorubas, procedentes da Nigéria e Daomé (Benin), na sociedade brasileira. Escreveu também ensaios históricos, como O quilombo dos Palmares (1947) e A insurreição praieira (1960).
O folclore brasileiro foi objeto de sua atenção ao longo de toda a vida; entre seus livros nessa área destaca-se Dinâmica do folclore (1950). Édison Carneiro foi fundador e primeiro diretor da Campanha de Defesa do Folclore Brasileiro (1961-1964). Escreveu ainda Trajetória de Castro Alves (1947), A cidade do Salvador (1950) e Ladinos e crioulos (1964). Morreu no Rio de Janeiro em 2 de dezembro de 1972.
ttp://1vima

Veja também: