Curaçao - BioMania
O melhor portal biológico da internet!



176 Slides Power Point grátis

Só baixar, editar e começar a usar.

Curaçao


  Geografia Fisica
Entreposto comercial e de contrabando holandês no Caribe, na época colonial, Curaçao transformou-se em  importante centro de refinação de petróleo.
Maior ilha das Antilhas Holandesas, com 444km2 de superfície, Curaçao dista apenas sessenta quilômetros da costa venezuelana. A capital é Willemstad. A noroeste se encontra a ilha de Aruba, membro autônomo dos Países Baixos, e a leste a de Bonaire, integrante também das Antilhas Holandesas.
Formada em grande parte por materiais vulcânicos, a ilha é bastante plana e possui amplas baías e enseadas. Sua população é composta principalmente de mulatos. Há dois idiomas oficiais: o holandês e o papiamento, língua formada de palavras espanholas, inglesas, portuguesas, holandesas e africanas.
Descoberta em 1499 por Alonso Ojeda, Curaçao foi ocupada pela Espanha em 1527. Em 1515 os espanhóis deportaram toda a população nativa da ilha para Hispaniola. A guerra travada pela Companhia das Índias Ocidentais, em 1621, contra a navegação espanhola, terminou com a ocupação da ilha pelos holandeses, que a transformaram em feitoria para comércio de escravos. A ocupação holandesa foi reconhecida, em 1648, pelo Tratado de Münster. Nas guerras napoleônicas, o Reino Unido tomou Curaçao e as ilhas vizinhas, mas devolveu-as aos Países Baixos em 1814.
A atual economia da ilha depende do petróleo extraído no lago de Macaraibo, na Venezuela. Como na região produtora não podem entrar grandes navios, dada a pequena profundidade do mar, o petróleo é retirado de lá em pequenas embarcações, refinado e exportado pelo porto de Willemstad, onde podem atracar os petroleiros. A economia compreende também o turismo e o cultivo de cana-de-açúcar, fumo e frutas tropicais. É famoso em todo o mundo o licor de casca de laranja, que leva o nome da ilha. Embora pertença administrativamente às Antilhas Holandesas, Curaçao tem relativa autonomia política e resolve seus assuntos internos por meio de instituições locais.

Veja também: