Cecil B. DeMille - BioMania
O melhor portal biológico da internet!



176 Slides Power Point grátis

Só baixar, editar e começar a usar.

Cecil B. DeMille


  Biografias
Fundador de uma das grandes empresas produtoras de Hollywood, Cecil deMille realizou mais de setenta filmes e tinha seu nome anunciado em letras maiores que a dos atores, numa época em que a figura do cineasta era praticamente ignorada pelo público.
Cecil Blount deMille nasceu em 12 de agosto de 1881 em Ashfield, Massachusetts. Cursou arte dramática e em 1900 iniciou-se como ator teatral, mas intuiu que no cinema estava o futuro e fundou, com Jesse Lasky, a Jesse Lasky Feature Company, futura Paramount. O primeiro filme que dirigiu foi The Squaw Man (1914; Amor que sofre), um western refilmado em 1918 (Amor de índia) e em 1931 (O exilado). Adaptou enredos de peças de teatro célebres e, quando a atenção dos americanos se voltou para a primeira guerra mundial, realizou filmes de exaltação patriótica. De 1919 a 1923 fez comédias de costumes que provocaram a reação dos moralistas. Dedicou-se então a produzir filmes de temas bíblicos ou históricos, com cenários imensos e centenas de figurantes.
Dentre os filmes que produziu e dirigiu se destacam: os westerns The Virginian (1914; Pela felicidade dela) e The Plainsman (1936; Jornadas heróicas); os melodramas Carmen (1915) e Manslaughter (1922; A homicida); a comédia de costumes Male and Female (1919; Macho e fêmea); os épicos bíblicos e históricos The King of Kings (1927; O rei dos reis), The Sign of the Cross (1932; O sinal da cruz), Cleopatra (1934), The Crusades (1935; As cruzadas), Samson and Delilah (1949; Sansão e Dalila) e The Ten Commandments (1956; Os dez mandamentos). Cecil B. deMille morreu em Hollywood em 21 de janeiro de 1959.

Veja também: