Cândido Mendes de Almeida - BioMania
O melhor portal biológico da internet!



Cândido Mendes de Almeida


  Biografias
O historiador, jurisconsulto e político brasileiro Cândido Mendes de Almeida fundou o ramo fluminense da importante família de intelectuais Mendes de Almeida.
Cândido Mendes de Almeida nasceu em São Bernardo do Brejo dos Anapurus MA, em 14 de outubro de 1818. Graduou-se em direito em 1839, na Faculdade de Olinda PE para logo voltar ao Maranhão como promotor público e professor de história no Liceu de São Luís. Ingressou depois na política e, como suplente, ocupou pela primeira vez, em 1843, o cargo de deputado-geral. Foi eleito para a Câmara do Império em mais três legislaturas, de 1850 a 1860.
Publicou em 1860 o primeiro volume de suas Memórias para o extinto estado do Maranhão. Em 1873 concluiu aquela que é considerada sua obra mais importante: Direito civil eclesiástico. É também autor de Atlas do Império do Brasil (1868), Auxiliar jurídico (1869) -- coletânea de comentários sobre documentos e arestos dos tribunais -- e Código filipino (1870), que contém anotações e acréscimos das legislações brasileira e portuguesa.
Elegeu-se novamente deputado-geral para o período de 1869 a 1872, mas em 1871 foi aclamado senador vitalício. Com seu irmão, o deputado-geral João Mendes de Almeida, defendeu, tanto na Câmara como no Supremo Tribunal, os bispos presos e processados por não admitirem a participação do clero nas lojas maçônicas, na série de conflitos entre o governo e a Igreja Católica que ficou conhecida como Questão Religiosa. Em 1873 escreveu Pinzônia, em que defende a criação de mais uma província brasileira no norte do país. Um ano depois, publicou uma edição prefaciada e comentada da obra de Visconde de Cairu,

Veja também: