Camurça - BioMania
O melhor portal biológico da internet!



Camurça


  Taxonomia

Semelhantes às cabras, em hábitos e aspecto físico, as camurças são os mamíferos que melhor se adaptaram à vida em grandes altitudes. Características das altas montanhas da Europa, são alvo de caçadores, atraídos pela pele desses animais.

Ruminante artiodáctilo, a camurça (Rupicapra rupicapra) pertence à família dos bovídeos. Pode medir cerca de 1,30m de comprimento e oitenta centímetros de altura, na parte mais alta do lombo, e chega a pesar cinqüenta quilos. No inverno, o pêlo da camurça torna-se marrom acinzentado, com faixas brancas na cabeça, no pescoço e na cauda; no verão, adquire tonalidades mais claras de marrom. Ambos os sexos possuem chifres curtos e quase verticais, que se curvam para trás nas extremidades.

A distribuição geográfica das camurças compreende as áreas montanhosas da Europa, como os Alpes, os Balcãs e os Pireneus, e também planícies do Oriente Médio. São animais de hábitos diurnos e alimentam-se de ervas e folhas de arbustos e de coníferas. Têm grande agilidade e prestam-se a escaladas perigosas. Seu período de gestação é de aproximadamente cinco meses. Os machos são solitários, e as fêmeas, acompanhadas de suas crias, agrupam-se em rebanhos.

A pele da camurça é muito flexível e macia, de grande valor comercial. No entanto, a maior parte do que se comercializa como camurça é, na realidade, couro de ovelha ou de cabra.


Veja também: