Bicho-da-seda - BioMania
O melhor portal biológico da internet!



176 Slides Power Point grátis

Só baixar, editar e começar a usar.

Bicho-da-seda


  Botânica

Durante séculos, a arte da criação do bicho-da-seda foi um segredo zelosamente guardado pelos chineses, cujos imperadores promulgaram severos editos pelos quais os comerciantes eram proibidos de divulgar sua prática fora do império. Modernamente, a seda, por sua qualidade e suavidade, continua a ser a mais valorizada fibra têxtil. De um único casulo pode-se obter mais de 900m de fibra contínua.

Bicho-da-seda é a larva da mariposa da seda (Bombyx mori), inseto lepidóptero da família dos bombicídeos. Há muitos séculos criado pelo homem, atualmente não há como achá-lo em estado silvestre. Como acontece com muitos outros insetos, o bicho-da-seda, desde que sai do ovo e até chegar ao estado adulto, experimenta uma série de modificações (a metamorfose) que o leva da fase larvar à de mariposa, após passar pelo estado de crisálida, em que o animal tece um casulo constituído por fibras de seda.

A larva, que ao nascer é de cor escura, sofre diversas mudas, quando aumenta de tamanho e adquire progressivamente um tom claro. Ao fim de cada muda, sua voracidade aumenta e ele passa a devorar as folhas de amoreira, seu alimento preferido, e com as quais são obtidos os melhores rendimentos. Depois da quarta muda, as larvas procuram um lugar adequado para instalar o casulo, imobilizam-se e começam a secretar uma série de fios delgados, em que se envolvem até ficarem encerradas num invólucro amarelado e opaco, formado pela massa dos fios.

Passadas duas ou três semanas, surge a mariposa, de cor esbranquiçada, que perfura a parede do casulo e sai. Fora do casulo, a fêmea é fecundada pelo macho e mais tarde deposita de 400 a 500 ovos. Como o casulo perfurado não tem valor comercial, em virtude da ruptura dos fios, antes que a mariposa saia efetua-se seu afogamento por meio de vapor d"água ou ar quente. Só se permite a saída do casulo àquelas que se reservam para a postura de ovos da temporada seguinte.


Veja também: