Azaléa - BioMania
O melhor portal biológico da internet!



Azaléa


  Botânica
É em pleno inverno, e em geral a partir de julho, quando a maioria das plantas se acha em repouso ou dormência, que a azálea começa a florir no Brasil. A floração exuberante do período de frio normalmente se prolonga por mais dois ou três meses, porém é cada vez mais discreta.
Originária da Ásia, a azálea (Azalea indica ou Rhododendrum indicum) pertence à família das ericáceas, a mesma do rododendro e da urze. O arbusto, cujo porte ao ar livre oscila entre dois e três metros, foi e continua a ser submetido a freqüentes processos de hibridação e seleção, dos quais decorrem seus atuais cultivares. Muitos desses, como as azáleas lilliput e kurume, são adequados ao cultivo em vasos, por terem sofrido drástica redução no porte. Contudo, a exuberância no florir é a mesma, desde que as azáleas em vasos tomem sol todo dia, sendo tratadas como típicas plantas de varanda ou terraço.
Ao ar livre ou em vasos, regas abundantes, além de auxiliarem o crescimento, também influem sobre a quantidade de flores e ativam sua permanência nos pés, tendo em vista que essas desabrocham num período de seca, quando é baixo o teor de umidade na atmosfera e no solo. As flores vão do branco puro a cambiantes tonalidades da gama do vermelho, como o rosa, o magenta e o salmão. A multiplicação se faz por via vegetativa: pela técnica do alporque, por mudas tiradas nos pés adultos ou por estacas que, em geral, custam a pegar.
<


Veja também:




Copyright © 1999 - 2021 - Development by Dolci Tecnologia. Todos os direitos reservados