Austregésilo de Ataíde - BioMania
O melhor portal biológico da internet!



176 Slides Power Point grátis

Só baixar, editar e começar a usar.

Austregésilo de Ataíde


  Biografias
Jornalista e escritor, Austregésilo de Ataíde foi eleito para a Academia Brasileira de Letras em 1951. Desde que se tornou presidente da instituição, em 1959, reelegeu-se continuamente para o cargo.
Belarmino Maria Austregésilo Augusto de Ataíde nasceu em Caruaru PE em 25 de setembro de 1898. Após estudos num seminário cearense, mudou-se para o Rio de Janeiro, onde se formou em direito (1922) e ingressou no jornalismo. Foi diretor-secretário de A Tribuna e colaborador do Correio da Manhã. Assumiu em 1924 a direção de O Jornal, órgão líder dos Diários Associados.
Em 1930, opôs-se à revolução que levou Getúlio Vargas ao poder. Em seguida, apoiou o movimento constitucionalista de São Paulo (1932). Preso, teve de exilar-se na Europa e depois na Argentina, mas ao voltar ao Brasil (1933) reassumiu seu cargo em O Jornal. Após a morte de Assis Chateaubriand, em 1968, passou a integrar o condomínio diretor dos Diários Associados.
Entre outros livros, publicou Histórias amargas (1921), A influência espiritual americana (1938), Mestres do liberalismo (1952), Vana verba (1966), Epístola aos contemporâneos (1967) e Conversas na barbearia Sol (1971). Austregésilo de Ataíde morreu no Rio de Janeiro em 13 de setembro de 1993.

Veja também: