Atuações das ONGs sobre o Meio Ambiente - BioMania
O melhor portal biológico da internet!



176 Slides Power Point grátis

Só baixar, editar e começar a usar.

Atuações das ONGs sobre o Meio Ambiente


  Meio Ambiente

As Organizações Não-Governamentais (ONGs) ambientais lutam em defesa do meio ambiente, pesquisas, educação ambiental, etc. Ocupam o espaço onde o governo deveria, mas não consegue atuar, elas estão próximas das comunidades e seus problemas, geram estratégias e projetos para melhorar a qualidade de vida, desenvolvem meios de educar, trabalhar e preservar o meio que vive o cidadão. Outra forma de atuação é exigir quanto fiscalizar os órgãos competentes nas questões que envolvem a Meio Ambiente.

O objetivo nas ONGs sérias convergem na maioria dos projetos na preocupação em diminuir a enorme distancia entre “teoria e a prática”, despertar o cidadão consciente na tutela da Natureza.

Há algumas décadas não havia conscientização ambiental no Brasil. As pessoas tinham uma consciência ainda primitiva em relação à questão ambiental. Hoje, o quadro é diferente, percebemos que a sociedade se preocupa mais com o meio ambiente. Quando uma árvore é cortada, um rio é poluído, já existem queixas, algo que não acontecia no passado, e isso é positivo. Mas claro que ainda não temos um estágio pleno de desenvolvimento nesse sentindo.

Somente através da preservação do meio ambiente e da reciclagem é que conseguiremos ter uma oportunidade de estabilizar os problemas que temos com relação à poluição e degradação de nosso planeta.

Não obstante as críticas dirigidas às ONGs, não faltando até quem peça sua extinção pela intervenção governamental, a sua existência é fundamental para o desenvolvimento da sociedade moderna e a sedimentação da democracia, pois além de se formarem espontaneamente pelos objetivos comuns dos seus integrantes, o que lhes dá legitimidade social, enorme união e conseqüentemente força, não estão subordinadas a nenhum órgão do governo, o que lhes proporciona uma total independência de agir, podendo mostrar os desmandos e o pouco caso com que alguns tratam as questões públicas.

Para se ter noção da dimensão da importância da existência e atuação das ONGs, é só lembrar o grande número delas participando efetivamente no cenário nacional e mundial, bem como podemos citar a presença de cerca de 1300 delas, com atuação em 108 países. Uma das ONGs mais conhecidas é o Greenpeace, uma organização não governamental que tem sede em diversos países e que procura chamar a atenção das pessoas e da mídia para assuntos sérios, relacionados à preservação do meio ambiente e desenvolvimento sustentável e o mais interessante, é que essa instituição já conseguiu muitas vitórias.

Na questão ambiental brasileira as ONGs, como parte da comunidade, tem suporte jurídico para sua efetiva participação na Constituição Federal, art.225, nos dispositivos da Lei 6.938 de 31/08/81 que estipulou a Política Nacional do Meio, Ambiente destacando o estudo prévio de impacto ambiental e seu relatório assim como em outras tantas leis, decretos e resoluções.

A incapacidade do Estado de resolver sozinho todos os seus encargos, praticamente não há administração pública bem sucedida sem a participação das ONGs, sendo elas importantíssimas na gestão pública.

Portanto, vemos as Organizações Não Governamentais não merecem o tratamento que muitas vezes lhes são reservados por pessoas, até bem intencionadas, mas pouco informadas quanto a atuação e finalidade dessas instituições importantíssimas para se alcançar o desenvolvimento sustentável e o aprimoramento da sociedade moderna.


Veja também: