Anhuma - BioMania
O melhor portal biológico da internet!



176 Slides Power Point grátis

Só baixar, editar e começar a usar.

Anhuma


  Taxonomia
Grande ave pernalta, a anhuma chama particularmente a atenþÒo pelo chifre que tem no alto da cabeþa -- um singular apÛndice c¾rneo que mede atÚ 12cm. ApÛndices semelhantes, embora menores, formam-se tambÚm, como espor§es, nas bordas das suas asas.
A anhuma Ú uma ave da famÝlia dos fenicopterÝdeos, a mesma do flamingo. A espÚcie amaz¶nica (Anhima cornuta), de pernas negras, tambÚm chamada de inhuma, inha·ma, unicorne ou licorne, tem 61cm de altura por oitenta centÝmetros de comprimento, com 1,70m de envergadura e 3,150kg de peso. Na plumagem alvi-negra destaca-se durante o v¶o uma faixa parda mais clara na borda anterior das grandes asas. Alimenta-se de plantas e seus pÚs possuem dedos bem longos para facilitar a locomoþÒo pelos brejos e ßreas alagadas que constituem seu ambiente. Encontrada em quase toda a Amaz¶nia brasileira, dispersa-se pelos paÝses vizinhos e pode eventualmente chegar, com seus hßbitos migrat¾rios, ao interior de estados como Cearß e Bahia.
A espÚcie meridional Ú a tachÒ (Chauna torquata), de porte semelhante e pernas vermelhas, tambÚm chamada de anhumapoca ou anhuma-do-pantanal. De colorido geral cinzento-chumbo, tem pescoþo contornado por uma gola negra realþada por outra, de penugem branca. As asas, negras nas faces superiores, sÒo totalmente brancas por baixo. Muito desajeitada ao voar, pousa durante horas em ßrvores e forma grandes bandos para pernoitar nos banhados. Ocorre sobretudo no Mato Grosso do Sul e BolÝvia, embora se disperse tambÚm pelo interior de SÒo Paulo e Rio Grande do Sul, chegando atÚ a Argentina.
agr

Veja também: