Ameba - BioMania
O melhor portal biológico da internet!



176 Slides Power Point grátis

Só baixar, editar e começar a usar.

Ameba


  Microbiologia

Responsßvel pela disenteria amebiana, endÛmica nas regi§es tropicais e subtropicais do planeta, as amebas foram observadas pela primeira vez em amostras de ßgua recolhidas de tanques e charcos.

Ameba Ú um microrganismo unicelular do ramo dos protozoßrios, classe dos sarcodÝneos, cujo tamanho varia de alguns centÚsimos de milÝmetro atÚ meio milÝmetro. Como toda cÚlula, a ameba Ú constituÝda por uma membrana extremamente delgada e visÝvel somente ao microsc¾pio eletr¶nico, um citoplasma viscoso, e um n·cleo. O citoplasma comp§e-se de uma porþÒo externa transparente, denominada de ectoplasma; e de uma porþÒo interna, o endoplasma, mais opaco, com grande quantidade de granulaþ§es e de vac·olos, que contÛm as reservas nutritivas dos microrganismos. O n·cleo estß localizado no centro do endoplasma, embora sua posiþÒo varie ligeiramente com os movimentos do animal.

As amebas nÒo possuem uma forma definida, e se modificam ao se locomoverem, graþas Ó aþÒo dos pseud¾podes, prolongamentos do citoplasma. AlÚm de servirem para a locomoþÒo, esses prolongamentos sÒo utilizados para a captura do alimento, usualmente algas ou outros seres microsc¾picos.

A maioria das espÚcies reproduz-se de forma assexuada: o n·cleo se parte em dois e, entre eles, ocorre o estrangulamento do citoplasma atÚ que a cÚlula se divida em duas. Em algumas espÚcies, no entanto, a reproduþÒo Ú sexuada, com a fusÒo de duas amebas, uma funcionando como gameta masculino e a outra, feminino. Esses microrganismos vivem em ßguas doces ou salgadas, podendo, tambÚm, habitar o intestino de animais, inclusive o do homem, causando a disenteria amebiana.


Veja também: