Alexis Carrel - BioMania
O melhor portal biológico da internet!



176 Slides Power Point grátis

Só baixar, editar e começar a usar.

Alexis Carrel


  Biografias

Antes da descoberta dos anticoagulantes, s¾ eram possÝveis transfus§es mediante a ligaþÒo dos vasos do receptor aos do doador. Pela concepþÒo da tÚcnica que permitiu essa operaþÒo, Alexis Carrel recebeu o PrÛmio Nobel de fisiologia ou medicina em 1912.
Alexis Carrel nasceu em 28 de junho de 1873 em Lyon e estudou medicina na universidade de sua cidade, onde se graduou em 1900. Entre 1894 e 1902, desenvolveu o mÚtodo para a sutura de vasos sang³Ýneos. Emigrando para os Estados Unidos, iniciou na Universidade de Chicago experiÛncias de transplante de rins em animais. No Instituto Rockefeller, pesquisou tÚcnicas de conservaþÒo de tecidos em culturas de laborat¾rio e conseguiu manter viva e em crescimento, durante 34 anos, uma porþÒo de tecido cardÝaco de um embriÒo de frango.
Na primeira guerra mundial, serviu como mÚdico no exÚrcito francÛs. Voltando aos Estados Unidos, dedicou-se ao desenvolvimento de uma tÚcnica de conservaþÒo extracorp¾rea de ¾rgÒos completos. A manutenþÒo destes requeria uma contÝnua alimentaþÒo por sangue, ou por um lÝquido nutritivo substituto, por meio dos pr¾prios vasos sang³Ýneos do ¾rgÒo. Para conseguir a circulaþÒo contÝnua do lÝquido, Carrel desenhou uma bomba de corrente sang³Ýnea imunizada (o "coraþÒo artificial").
Alexis Carrel publicou algumas obras de cunho filos¾fico, entre as quais L"Homme, cet inconnu (1935; O homem, este desconhecido) e o p¾stumo RÚflexions sur la conduite de la vie (1950; Reflex§es sobre a conduta da vida). Em 1938, deixou o Instituto Rockefeller e voltou para a Franþa. Na segunda guerra mundial, colaborou com o governo de Vichy. Atacado por uma doenþa cardÝaca, morreu em 5 de novembro de 1944 em Paris.

 -3827px;}

Veja também: