Alcenos - BioMania
O melhor portal biológico da internet!



176 Slides Power Point grátis

Só baixar, editar e começar a usar.

Alcenos


  Bioquímica
Presentes em pequenas quantidades em alguns tipos de petr¾leo, os alcenos constituem a matÚria-prima mais utilizada na sÝntese de compostos polimÚricos.
Os alcenos ou alquenos, tambÚm conhecidos por olefinas, sÒo hidrocarbonetos insaturados, com uma dupla ligaþÒo, de f¾rmula geral CnH2n. A presenþa de uma segunda dupla ligaþÒo nesses compostos corresponde Ó perda de dois ßtomos de hidrogÛnio e leva Ó classe dos alcadienos, de f¾rmula geral
C2H2n-2.
A nomenclatura oficial dos alcenos Ú semelhante Ó dos alcanos, substituindo-se o sufixo "ano" por "eno". A cadeia principal serß aquela que,  contendo necessariamente a dupla ligaþÒo, seja a mais longa. A numeraþÒo dos ßtomos de carbono Ú feita de tal maneira que a dupla ligaþÒo venha a receber os menores n·meros possÝveis. A posiþÒo da dupla ligaþÒo Ú dada pelo menor n·mero, colocado ap¾s o nome do hidrocarboneto. As cadeias laterais sÒo designadas por n·meros indicativos de suas posiþ§es na cadeia carb¶nica. Assim, o composto de f¾rmula
H3C-CH(CH3)-C(CH3)2-CH=CH2
Ú denominado 3,3,4-tri-metilpenteno-1. Para os alcadienos, o critÚrio Ú semelhante, e as duas duplas ligaþ§es devem pertencer Ó cadeia principal.
Os primeiros membros da sÚrie sÒo gases nas condiþ§es normais de pressÒo e temperatura (atÚ quatro carbonos), depois lÝquidos, atÚ o composto com 14 ßtomos de carbono. Os hom¾logos superiores apresentam-se no estado s¾lido. SÒo sol·veis em SO2 lÝquido, propriedade que permite separß-los dos alcanos. Possuem, no estado lÝquido, densidade superior Ó dos alcanos correspondentes, em virtude de apresentarem volume molecular menor.
Ao contrßrio das parafinas, as olefinas sÒo substÔncias de grande reatividade. Por ser insaturada, a cadeia permite a adiþÒo de muitos reagentes aos dois ßtomos de carbono da dupla ligaþÒo em conseq³Ûncia da ruptura de uma das ligaþ§es.
Entre os mÚtodos de preparaþÒo de alcenos destacam-se a reaþÒo de desidrataþÒo catalÝtica de ßlcoois, a desidroalogenaþÒo de halogenetos de alquila, em presenþa de uma base, e a decomposiþÒo de sais de am¶nio, alÚm do craqueamento catalÝtico do petr¾leo.

Veja também: