Alcanos - BioMania
O melhor portal biológico da internet!



176 Slides Power Point grátis

Só baixar, editar e começar a usar.

Alcanos


  Bioquímica

Presentes no petr¾leo e no gßs natural, e em menor quantidade em ceras animais e vegetais, os alcanos sÒo largamente empregados como gßs de iluminaþÒo, solventes e combustÝveis.
Os alcanos, tambÚm chamados parafinas, sÒo hidrocarbonetos saturados de f¾rmula geral CnH2n+2, que se apresentam em cadeias lineares ou ramificadas. Os alcanos lineares sÒo designados, na nomenclatura oficial, atravÚs de prefixos, geralmente gregos, seguidos do sufixo "ano". Nos alcanos ramificados a cadeia carb¶nica mais longa Ú considerada bßsica (principal) e os demais grupamentos sÒo os substituintes, numerando-se a cadeia a partir do carbono mais pr¾ximo da primeira ramificaþÒo. Os quatro primeiros termos possuem nomes pr¾prios: metano, etano, propano e butano.


Propriedades fÝsicas e quÝmicas. Nas condiþ§es ambientais os quatro primeiros alcanos sÒo gasosos; os de 5 a 17 ßtomos de carbono sÒo lÝquidos; e os demais s¾lidos. O ponto de ebuliþÒo dos alcanos de cadeia normal Ú diretamente proporcional ao n·mero de ßtomos de carbono. O ponto de fusÒo tambÚm se eleva com o aumento da cadeia, porÚm nÒo com a regularidade observada para o ponto de ebuliþÒo; a variaþÒo do ponto de fusÒo Ú maior quando se passa de um composto com n·mero Ýmpar de carbonos para uma parafina com termo par. TambÚm a densidade cresce com o peso molecular, mantendo-se sempre inferior a um. As parafinas sÒo insol·veis em ßgua, mas dissolvem-se em diversos lÝquidos orgÔnicos.
SubstÔncias bastante inertes Ó temperatura ambiente ou moderadamente elevada, os alcanos sÒo resistentes aos ßcidos, ßlcalis e outros reagentes i¶nicos. Em presenþa de oxigÛnio, Ó temperatura elevada, entram em combustÒo, produzindo gßs carb¶nico e ßgua.
Pela refinaþÒo do petr¾leo obtÚm-se uma mistura de vßrios alcanos, sendo que os inferiores, de menor n·mero de carbono, sÒo obtidos a partir dos gases residuais das refinarias.


Veja também: