Albinismo - BioMania
O melhor portal biológico da internet!



Albinismo


  Patologias
Os poucos animais inteiramente albinos nÒo costumam sobreviver em seu ambiente natural, jß que a pigmentaþÒo das cÚlulas epidÚrmicas, que atuam como tela protetora, se encontra modificada. Por isso, a radiaþÒo solar acaba por afetar-lhes as funþ§es vitais, levando-os Ó morte.
O albinismo Ú uma alteraþÒo fisiol¾gica que acomete tanto o homem como os demais vertebrados. Sua causa Ú a carÛncia de melanina, um pigmento negro ou avermelhado presente na cor¾ide (uma das membranas oculares), na pele e no cabelo, ou de pigmentos afins. Caracteriza-se por uma tonalidade esbranquiþada na epiderme e no cabelo ou pÛlos.
No ser humano, o albinismo, mais freq³ente nos negros, ocasiona o aparecimento de certos traþos bem definidos: coloraþÒo alvacenta da epiderme e dos cabelos, Ýris rosada e pupila de cor vermelha intensa, como conseq³Ûncia do reflexo do sangue sobre as membranas oculares.
Apesar dessas manifestaþ§es que, dada sua peculiaridade, aparentemente poderiam provocar alteraþ§es graves, as pessoas albinas nÒo apresentam nenhum sintoma patol¾gico, embora devam observar certas precauþ§es. Precisam proteger-se sobretudo da excessiva exposiþÒo aos raios solares, tendo em vista a sensibilidade da pele, e da aþÒo das fontes de luz intensa, que podem provocar perda transit¾ria da visÒo ou o pestanejar contÝnuo.
{dis

Veja também: