Lombriga - BioMania
O melhor portal biológico da internet!



Lombriga


 Invertebrados

Entre os parasitas mais comuns do aparelho digestivo do homem e dos animais domésticos encontram-se as lombrigas. Afetam diversos órgãos do organismo parasitado, num trajeto que coincide com as várias etapas de desenvolvimento, até a completa maturidade.
Lombriga é a designação comum aos animais invertebrados do filo dos asquelmintos, da classe dos nematódeos e da família dos ascarídeos. É um animal pseudocelomado, pois não dispõe de uma verdadeira cavidade entre a parede do corpo e os órgãos internos, ou celoma, mas apenas de uma cavidade não coberta de epitélio próprio. O corpo é delgado e cilíndrico, revestido de uma cutícula lisa, dura e elástica, com estriações diminutas. Na extremidade anterior abre-se a boca, com três lábios.
A espécie mais conhecida é a lombriga que se aloja no intestino do homem (Ascaris lumbricoides), cujas fêmeas podem alcançar vinte a quarenta centímetros de comprimento. Os machos são menores, com 15 a 20cm. O A. lumbricoides aloja-se geralmente no intestino delgado humano, em quantidade que varia de poucos indivíduos a várias centenas. Quando a pessoa ingere vegetais contaminados, sem lavá-los previamente, os ovos da lombriga podem se alojar no intestino, onde o embrião se desenvolve e passa, através do sistema circulatório, para outros órgãos, como o pulmão. Outras espécies de lombriga são a do cavalo (A. megalocephala) e a do porco (A. suum), que suspeita-se ser a mesma que afeta os seres humanos