Chimpanzé - BioMania
O melhor portal biológico da internet!



Chimpanzé


 Zoologia

Da ampla variedade de símios, o chimpanzé é o mais assemelhado ao homem, tanto por sua aparência e anatomia como por sua inteligência e capacidade de utilizar objetos como instrumentos.
Chimpanzé (Pan troglodytes) é um mamífero da ordem dos primatas, pertencente à família dos pongídeos. Menor do que o gorila, mede de 1 a 1,7m e chega a pesar setenta quilogramas (com exceção do chimpanzé pigmeu, de dimensões inferiores). Alguns exemplares criados em zoológicos já alcançaram noventa quilogramas. Entre os chimpanzés verifica-se, contudo, grande variação individual quanto a tamanho, aparência, traços faciais e temperamento. Todo o corpo, exceto a cara, as palmas das mãos e as plantas dos pés, é coberto de pêlo escuro. Os lábios são delgados e móveis e as orelhas grandes; os braços têm comprimento maior do que as pernas e os polegares das quatro extremidades são virados para trás, o que constitui traço significativo de seu grau evolutivo.
Esses primatas habitam áreas de selva e savana da África central e das costas do golfo da Guiné e de Gâmbia. Diferenciam-se quatro subespécies, entre as quais se destacam o chimpanzé comum (Pan troglodytes troglodytes) e o chimpanzé pigmeu (Pan troglodytes paniscus).


Costumes. Os chimpanzés vivem em grupos de até quarenta indivíduos -- machos subordinados, fêmeas, jovens e crias -- dirigidos por um macho adulto. A composição desses grupos não é rígida e ocorrem contínuos intercâmbios entre comunidades. A coesão do grupo mantém-se mediante um rico repertório de sons guturais, expressões faciais e posturas. O grande desenvolvimento dos músculos da face permite ao chimpanzé expressar mimicamente numerosos estados de ânimo, aspecto importante da atração que o homem sente pelos chimpanzés.
Esses símios passam muito tempo nas árvores, alimentando-se de frutas, folhas e brotos. Mas também perambulam por terra firme, percorrendo as margens dos rios em busca de insetos -- que caçam às vezes valendo-se de ramos e pedaços de pau -- assim como de raízes e de tudo quanto se ponha ao alcance de sua inata curiosidade. Ocasionalmente, matam pequenos macacos, que devoram com rapidez. Seu deslocamento em terra dá-se sobre quatro patas, com os dedos das mãos flexionados para transportar ramos, caules etc. De hábitos diurnos, passam a noite nas copas das árvores mais altas, para se pôr a salvo do leopardo, que na selva é seu pior inimigo. Para isso constroem plataformas feitas de galhos, só usadas por uma noite.
O período de gestação dura cerca de oito meses e meio, ao fim dos quais a fêmea dá à luz uma cria, ou excepcionalmente duas, com cerca de dois quilogramas de peso. O recém-nascido permanece agarrado ao pêlo da mãe durante os primeiros quatro ou seis meses, até começar a caminhar.
O chimpanzé suporta bem o cativeiro, se acostumado a ele desde pequeno. Tal fato e as semelhanças morfológicas que apresentam com o homem os tornam valiosos para zoológicos e circos, bem como para laboratórios e centros de estudos, que pesquisam seu comportamento e os utilizam em experiências. Por isso são capturados em abundância.

 

i