CARACTERÍSTICAS DO TECIDO EPITELIAL - BioMania
O melhor portal biológico da internet!



CARACTERÍSTICAS DO TECIDO EPITELIAL


 Histologia

As principais características do tecido epitelial são:

  • Suas células mantêm muito pouco espaço entre si, portanto, são justapostas.
    Suas células estabelecem muitas junções intercelulares com as células epiteliais vizinhas.
  • Há muito pouco material extracelular entre as suas células.
  • A forma de suas células é bastante diversa, desde achatada até piramidal, passando por cúbica e cilíndrica.
  • O tecido epitelial em princípio não contém vasos sanguíneos. São raros os epitélios que possuem vasos no seu interior. As suas células estão sempre apoiadas sobre um tecido conjuntivo no qual existem vasos sanguíneos e linfáticos que fornecem oxigênio, nutrientes e outras moléculas ao epitélio e recolhem gás garbônico, líquido, metabólitos e secreções.
  • Na interface das células epiteliais com o tecido conjuntivo há uma delgada lâmina de um complexo de macromoléculas denominada lâmina basal. O conjunto constituído pela lâmina basal e pelas fibras do tecido conjuntivo que estão muito próximas à lâmina basal é visível ao microscópio de luz e é denominado membrana basal. As células epiteliais estão, portanto, sempre apoiadas sobre uma lâmina basal.
  • O contacto das células epiteliais com a lâmina basal provoca uma organização específica na grande maioria das células epiteliais, denominada polaridade. Com a polaridade as várias regiões dos diferentes tipos de células têm uma organização específica e um conteúdo de organelas característico e, portanto, diferentes funções.
  • A porção da célula que se apoia na lâmina basal é denominada região basal e a porção oposta, frequentemente voltada para uma cavidade, é denominada região apical.
  • As células epiteliais frequentemente têm especializações da sua membrana plasmática, tais como microvilosidades, cílios, estereocílios, além das junções intercelulares.

 

Funções do tecido epitelial:

  1. revestir superfícies
  2. secretar moléculas
  3. transportar moléculas ou íons entre dois compartimentos

O revestimento de superfícies tem várias finalidades importantes:

  • oferecer proteção mecânica à superfície revestida
  • funcionar como uma barreira separando compartimentos no corpo
    agir como um local de absorção de moléculas transportando-as de um compartimento para o outro
  • oferecer proteção para algumas superfícies impedindo seu dessecamento.

As funções de secreção e transporte consistem fundamentalmente em:

  • reunir pequenas moléculas e sintetizar moléculas maiores (macromoléculas) que serão eliminadas (secretadas) pelas células
  • transformar moléculas pela adição, retirada ou substituição de seus componentes e secretá-las
  • em um grupo menor de casos (como o suor das glândulas sudoríparas), a maior parte da secreção é somente transportada pelas células sem que haja um processo de síntese envolvido
  • transporte de moléculas, partículas e íons entre a luz de vasos sanguíneos e o tecido conjuntivo no caso de células que revestem internamente vasos sanguíneos e linfáticos

Classificação do tecido epitelial:

De acordo com sua localização, arranjo das células e funções, o tecido epitelial é classificado em dois tipos:

tecido epitelial de revestimento
tecido epitelial secretor ou glandular

Esta classificação é, no entanto, imperfeita, pois há muitos epitélios de revestimento nos quais algumas ou todas células são também secretoras.

4486px;">