Brucelose - BioMania
O melhor portal biológico da internet!



Brucelose


 Patologias

Se nos animais ataca principalmente o aparelho genital e acarreta aborto, esterilidade e malformações do feto, no homem a brucelose provoca febre, anemia, nevralgias e dores articulares.
Doença contagiosa produzida por bactérias do gênero Brucella, a brucelose é comum em animais, sobretudo bovinos, suínos e caprinos, que a transmitem ao homem. Três espécies principais de bactérias causam a brucelose no homem, cada uma delas transmitida por um tipo de animal: Brucella melitensis (caprinos e ovinos), B. suis (suínos) e B. abortus (bovinos). Também conhecida como febre de Malta, febre do Mediterrâneo ou febre ondulante, a brucelose constitui sério risco para a pecuária.
A infecção dos animais se dá pela ingestão de alimentos contaminados ou pela entrada da bactéria em úlceras da pele ou da membrana mucosa dos olhos. Bovinos, ovinos e caprinos de aparência saudável podem estar contaminados e excretar grande quantidade  de bactérias pelo leite, durante meses e até anos.
O homem contrai brucelose ao comer carne ou beber leite de animais que têm essa doença. Por motivos ainda desconhecidos, as crianças são mais resistentes à brucelose que os adultos. São raros os casos em que a doença é transmitida pelo próprio homem. O  isolamento da bactéria e a aplicação de testes cutâneos são meios de se obter um diagnóstico seguro.
Em geral, a evolução da doença é lenta e o tratamento no homem se faz à base de antibióticos e vacinas. Para tratar a brucelose nos animais, utiliza-se a sulfonamida associada à estreptomicina e tetraciclinas, como clorotetraciclina e oxitetraciclina. Na profilaxia é importante o exame dos animais que fornecem carne ou leite para consumo humano e a pasteurização do leite.