Álcalis - BioMania
O melhor portal biológico da internet!



Álcalis


 Bioquímica

Os alquimistas conheciam muitas das características exibidas pelas substâncias quando em solução aquosa, classificando-as em ácidos e álcalis.
Denomina-se álcalis aos hidróxidos e carbonatos dos metais alcalinos (lítio, sódio, potássio, rubídio e césio), alcalino-terrosos (cálcio, estrôncio e bário) e aos sais de amônio e tálio. Desse grupo, os dois compostos de maior importância industrial são o carbonato de sódio ou barrilha (Na2CO3) e o hidróxido de sódio ou soda cáustica (NaOH).
A barrilha é utilizada principalmente na fabricação de vidros, participando, em menor volume, nas indústrias de sabões e detergentes, de óleos, têxtil, metais não ferrosos, siderurgia e refino de petróleo. Obtém-se a partir da água do mar, através do processo Solvay, cujas etapas principais são: (1) amoniacação da salmoura; (2) carbonatação da salmoura; (3) filtração; (4) calcinação do bicarbonato; e (5) densificação. Essa última fase utiliza a barrilha leve (peso específico em torno de 0,5), de largo uso comercial, e a torna mais densa para produzir a barrilha pesada, utilizada especialmente na indústria vidreira.
A soda cáustica, assim chamada por seu alto poder de corrosão, é utilizada na fabricação de rayon, sabão, óleos vegetais (refinação), celulose, papéis, têxteis e outros. Pode ser produzida na forma anidra (sólida, em flocos, escamas ou grânulos) com um teor de 98% de NaOH, ou em soluções aquosas de diversas concentrações (as mais comuns têm cinqüenta por cento de NaOH). O processo usual de sua obtenção é a eletrólise da solução de cloreto de sódio.
a