Aírton Senna - BioMania
O melhor portal biológico da internet!



Aírton Senna


 Biografias

Ao morrer, no auge da carreira, pilotando um carro de fórmula 1, Aírton Senna era ídolo brasileiro e do esporte mundial comparável a Niki Lauda, Jim Clark -- o "escocês voador" -- e o pentacampeão Juan Manuel Fangio, de quem chegou a ser apontado sucessor.
Aírton Senna da Silva nasceu em São Paulo SP, em 21 de março de 1960. Seu pai presenteou-o com o primeiro kart e, em 1974, patrocinou o início de sua carreira. Em 1979 e 1980 Senna ficou em segundo lugar no campeonato mundial de kart e em 1981 venceu 11 das 19 corridas da fórmula Ford, na Inglaterra. Ganhou por antecipação os campeonatos europeu e inglês de fórmula Ford em 1982, com 21 vitórias em 28 provas. Tornou-se campeão da fórmula 3 inglesa, em 1983, com nove vitórias consecutivas, um recorde mundial.
Em 1984 Senna ingressou na fórmula 1, pela equipe Toleman, e um ano depois estava na Lotus, equipe pela qual disputou três temporadas. Em 1988, contratado pela McLaren, conquistou o primeiro campeonato mundial. No ano seguinte foi vice-campeão, atrás do francês Alain Prost, seu companheiro de equipe. Ao vencer as temporadas de 1990 e 1991, sagrou-se tricampeão mundial na categoria e veio a ser chamado "rei da chuva", pela habilidade para dirigir em pistas molhadas, ou "Mr. Mônaco", por suas cinco vitórias consecutivas nesse circuito.
Em 1994, seu primeiro ano na Williams, foi proibido o controle eletrônico dos carros, o que tornou a fórmula 1 mais perigosa. Em 1º de maio daquele ano, Senna morreu ao se chocar contra um muro de proteção a 300km/h, na sétima volta do grande prêmio de San Marino, em Ímola, Itália. Em dez anos de fórmula 1, disputou 161 corridas, venceu 41 e conquistou 62 pole positions. Sepultado em São Paulo, Senna recebeu honras de chefe de estado, num dos funerais mais concorridos da história do país.