Actínio - BioMania
O melhor portal biológico da internet!



Actínio


 Bioquímica

Descoberto por André-Louis Debierne em 1899 e, independentemente, pelo químico alemão Friedrich Otto Giesel, em 1902, o actínio ocorre associado aos minerais de urânio e em areias monazíticas.
O actínio é um elemento químico metálico radioativo, de símbolo Ac. Possui meia-vida de 21,6 anos, sendo isolado com dificuldade a partir de minérios de urânio ricos em urânio 235. Maiores quantidades do isótopo Ac 227 são preparadas pelo bombardeio de Ra 226 com um alto fluxo de nêutrons. O elemento em sua forma metálica é obtido, também, pela redução do fluoreto de actínio com vapor de lítio.
O actínio é mais básico que o lantânio. Seus sulfatos, cloretos e nitratos são solúveis, ao contrário dos oxalatos, carbonatos e fosfatos. É mais eletropositivo que o lantânio e tem, como este, o número de oxidação 3. Seu principal produto de decomposição radioativa é o tório 227.
O actínio puro, Ac 227, entra em equilíbrio e sua decomposição radioativa dá-se depois de 185 dias. Cerca de 150 vezes mais radioativo que o rádio, é muito usado na obtenção de nêutrons e partículas alfa.
://bu