Acerola - BioMania
O melhor portal biológico da internet!



Acerola


 Botânica

Introduzida no Brasil, em Pernambuco, em meados do século XX, a acerola é, das frutas conhecidas, a que apresenta maior teor de vitamina C. Em cem gramas de sua polpa há 3.400mg de vitamina C ou ácido ascórbico, contra apenas cinqüenta miligramas na laranja ou no limão, trinta miligramas na manga e quinze miligramas na maçã.
Pequena fruta de sabor ácido, do tamanho de uma pitanga e, como esta, vermelha quando madura, a acerola ou cereja-das-antilhas (Malpighia glabra) é produzida por um arbusto de dois a três metros de altura, da família das malpighiáceas, a mesma do murici. Os pés de acerola começam a frutificar entre o segundo e o terceiro ano de vida, mantendo-se ativos, com várias safras por ano, durante pelo menos meio século. Cada arbusto é capaz de dar de vinte a trinta quilos por ano da fruta, que tem de um a três centímetros de diâmetro e pesa de dois a dez gramas.
Pouco exigente em relação aos tipos de solo, a acerola se desenvolve bem em climas tropicais e subtropicais, preferindo temperaturas em torno dos 26o C e chuvas bem distribuídas, de 1.200 a 1.600mm anuais. As sementes -- três em cada fruta -- germinam em pouco menos de um mês, gerando mudas que devem ser plantadas, quando estiverem com 30 a 35cm de altura, a espaçamentos de três a quatro metros.