Açaí - BioMania
O melhor portal biológico da internet!



Açaí


 Botânica

O refresco e o sorvete, o palmito e o vinho de açaí são exemplos do largo emprego que essa palmeira brasileira suscita nas regiões onde cresce.
Conhecida e usada pelos índios desde tempos remotos, característica da Amazônia e comum nos estados do Nordeste, o açaí (Euterpe oleracea) é planta de tal beleza que se difundiu por quase todo o país, em parques e jardins, como espécie ornamental. Em geral o açaí se desenvolve numa touceira compacta, da qual emergem vários caules ou estipes delgados que chegam a vinte metros de altura, em média, e são arrematados pelas palmas em copa. Cada uma das copas pode ser constituída por até mais de dez folhas com cerca de dois metros de comprimento.
O açaí é também chamado de açaizeiro, uaçaí, juçara, palmiteiro ou piná, nomes que o linguajar popular pode aplicar sem distinção a diferentes espécies do mesmo gênero, que pertencem à família das palmáceas.
Os frutos, fibrosos e roxos, dão em cacho e contêm uma pequena amêndoa. Da polpa macerada se obtém um caldo, conhecido como "vinho de açaí", assim chamado devido à cor violácea escura. O vinho pode ser consumido em forma de refresco e sorvete, como mingau ou engrossado com farinha de mandioca ou tapioca. Os caules fornecem, além de palmito, madeira leve de construções. Das amêndoas se extrai um óleo verde-escuro e amargoso, usado na medicina caseira, sobretudo como antidiarréico.